Dia Mundial das Leguminosas: Dicas para uma boa armazenagem de grãos

1676030454841
1676030454841

Para evitar que os grãos se deteriorem rapidamente por conta da umidade, a secagem e a armazenagem têm que ser de forma adequada 

Hoje, 10 de fevereiro, é celebrado o Dia Mundial das Leguminosas. A data criada em 2016 pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) quer reforçar a importância desse grupo alimentar para a agricultura sustentável, bem como aumentar a conscientização sobre os benefícios nutricionais dos grãos. 

 

Leguminosas (de sementes secas) como grão-de-bico, alguns tipos de feijões e as lentilhas e ervilhas são alguns dos grãos destacados pela FAO como fundamentais na promoção da segurança alimentar de muitos países, em razão de suas fontes de proteínas, ferro e fibras. 

 

Em linhas gerais, os grãos como o feijão, a lentilha, o grão-de-bico, a soja, a ervilha, fava e o amendoim são alimentos ricos em carboidratos complexos, devendo estar presente na nossa alimentação diária. No Brasil, as mais consumidas são os feijões, tanto o comum quanto o feijão-caupi, que junto com o arroz, representa a base da alimentação da população. 

 

Vale reforçar a importância das atividades de pesquisa para o desenvolvimento das leguminosas. Nas últimas décadas, graças ao melhoramento genético, houve uma expansão na produção de várias leguminosas, especialmente do grão-de-bico, que é a quinta leguminosa mais cultivada no mundo todo. Este fato, ocorre devido as suas diferentes possibilidades de uso na alimentação humana, podendo ser consumido verde, em conserva e na forma de grão ‘seco ou reidratado. Entretanto, no Brasil o consumo é de 8 mil toneladas por ano de grão-de-bico, o que significa, cerca de, 40 gramas por pessoa ao ano. Valor que quando comparado ao consumo de outras leguminosas, como o feijão, é extremamente baixo.

 

Armazenamento 

Um fator fundamental para aqueles que produzem leguminosas é com relação ao armazenamento desse tipo de grão, que deve ser protegido de fatores externos que possam danificar sua integridade. “Fazer isso com segurança é sinônimo de preservação dos investimentos feitos durante toda a safra”, afirma a gerente de atendimento ao cliente da Loc Solution, Fernanda Rodrigues da Silva. 

 

A colheita do grão-de-bico ocorre em média 60 a 70 dias após a floração. Deve ser realizada com umidade não muito alta (23-37%), quando as plantas estiverem secas e os grãos completamente maduros. A colheita pode ser mecânica ou semimecanizada, quando é realizado um corte manual e trilha mecânica das plantas.

 

Segundo Fernanda, para evitar que os grãos se deteriorem rapidamente por conta da umidade, a armazenagem tem que ser de forma adequada, por isso é essencial saber o teor de umidade por meio de aparelhos específicos para grãos. “Investir nos medidores de umidade contribui para promover maior qualidade e precisão no controle da umidade interna desses grãos tão importantes e indispensáveis para uma dieta balanceada”, afirma ela. 

 

O grão-de-bico, por exemplo, deve ser armazenado com umidade próximo de 13% e que passe pelo beneficiamento para a eliminação de impurezas, antes de serem ensacados e transferidos para o armazém. 

 

Os medidores de umidade de grãos da Motomco conseguem retirar de uma amostra as informações de umidade, peso, pH, temperatura, data, hora, placa e lote. “Para fazer a medição da umidade, basta selecionar a curva de calibração referente ao grão, que o resultado aparecerá na tela do aparelho”, explica Fernanda. 

 

O engenheiro agrônomo da Loc Solution, Roney Smoraleck, explica que a remoção da umidade deve ser feita de forma que o produto fique em equilíbrio com o ar do ambiente onde será armazenado, preservando a aparência e a qualidade nutritiva dos grãos. 

 

“No caso do grão-de-bico, a secagem pode ser feita de duas formas, natural ou artificial. Quando a colheita é realizada de forma manual, geralmente se utiliza a secagem natural (no campo) antes da trilha, e quando os grãos são colhidos mecanicamente, sua umidade, na maioria das vezes, está acima do recomendado para armazenamento sendo necessário à sua secagem”, diz. Na secagem artificial de grão-de-bico, é recomendado o uso de silos com ventilação forçada de ar. 

 

Os grãos também podem ser armazenados em sacarias com capacidade de 60 kg. O ambiente de armazenamento deve ser sombreado, fresco e ventilado de modo a minimizar a atividade biológica dos grãos, de insetos e de fungos durante o armazenamento. 

 

Safra de grãos 

A atual estimativa para a Safra 2022/2023 aponta crescimento na produção de grãos frente à temporada 2021/22. O indicativo atual é de um volume de 310,9 milhões de toneladas, sinalizando incremento de 14,5% ou 39,3 milhões de toneladas. 

 

Destaques para a soja, com aumento de 21,6% (27,2 milhões de toneladas), para o milho, com 10,5% (11,9 milhões de toneladas) e para o trigo, que foi encerrada, registrando crescimento de 12,7% na área cultivada, com recorde de produção (9,8 milhões de toneladas). 

 

Com, praticamente, a conclusão da semeadura das culturas de primeira safra em dezembro, as atenções se voltam para a evolução das lavouras e os efeitos do comportamento climático, fator preponderante para a definição da produtividade. 

 Loc Solution: A Loc Solution é uma empresa com sede em Curitiba, detentora da marca Motomco de medidores de umidade dos grãos. A empresa fabrica, comercializa e aluga os equipamentos, sendo referência em várias regiões agrícolas do País. De origem canadense, a marca Motomco é líder nacional no segmento de medidores de umidade de grãos. Mais informações motomco.com.br

Cadastre-se em
nossa Newsletter!

Curtiu o artigo? Compartilhe!