fbpx
PortugueseEnglishSpanish

Etapa de estocagem: qual o teor de umidade correto para um grão de qualidade?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O cultivo de grãos depende de uma série de fatores que influenciam o resultado final da produção e, consequentemente, o rendimento financeiro do produtor. Dentre essas variáveis, uma delas de grande destaque é a umidade do grão, sendo um dos principais critérios a serem avaliados pelo comprador no momento de negociação.

Muitas vezes, é o excesso de umidade presente nos grãos que faz com que as produções percam no seu potencial de valor de venda, além de resultarem em um produto de qualidade inferior àqueles considerados com a umidade adequada.

Afinal, o que é a umidade do grão?

 A umidade na produção agrícola é definida pelo percentual de volume de água e massa total daquele grão. Logo após o ponto de maturidade do grão, essa quantidade de água presente ainda é considerada alta, o que exige alguns procedimentos técnicos para se realizar a secagem do produto e mantê-lo com o percentual correto de umidade para comercialização.

Porém, medir a umidade não é uma prática que se restringe apenas ao final do processo de produção. A medição pode – e até deve – ser feita em diferentes etapas do cultivo. Isso porque em cada etapa, o percentual de umidade adequado varia. Sendo assim, a umidade serve como um indicador de que a sua plantação está indo bem e, provavelmente, resultará em um grão de qualidade.

Secagem e estocagem: existe percentual de umidade ideal?

Ainda que a medição da umidade seja indicada em diversas fases do cultivo, fazê-la entre as etapas de secagem e estocagem é essencial. Respeitando esse procedimento, é possível alcançar uma colheita muito mais eficaz e qualificada, fazendo com que você venda seus grãos nas condições apropriadas e exigidas pelos compradores.

Porém, cada cultura possui um percentual específico considerado ideal para a umidade do grão. Além disso, a região de cultivo também influencia no teor de umidade indicado antes de se realizar o armazenamento, afinal, se o clima é naturalmente mais úmido, por exemplo, essa temperatura pode modificar as condições finais do grão a ser vendido.

O tempo de estocagem é mais um fator decisivo para entender qual deverá ser o percentual de umidade entregue com seu grão. Para isso, é extremamente necessário o uso de um medidor de umidade, o aparelho ideal para oferecer esse dado com precisão e facilidade durante o seu cultivo.

Qual o medidor mais indicado?

A Motomco oferece diferentes modelos de medidor de umidade, com características que atendem diferentes necessidades do mercado. Desde modelos portáteis até modelos específicos para algumas culturas – como o algodão – são oferecidos como soluções tecnológicas altamente eficazes e, ao mesmo tempo, de fácil uso.

O que todos os equipamentos Motomco possuem em comum é o propósito de oferecer um maior controle da qualidade do grão cultivado e comercializado, tornando as produções mais rentáveis e atendendo às principais exigências do mercado agrícola.

Leituras do teor de umidade realizadas totalmente de forma automática, relatórios gerenciais das últimas 10 mil medições, entre outras funcionalidades para incluir e facilitar os seus processos. Entre em contato conosco para saber mais informações sobre nossos modelos de medidores de umidade. Clique Aqui

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Copyright ©️ 2020 LOC SOLUTION

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2020 LOC SOLUTION – LOCACAO DE EQUIPAMENTOS PARA CLASSIFICACAO DE GRAOS LTDA CNPJ 18.700.987/0001-12

Validador de assinatura INMETRO: