Arquivo da tag: clima

Soja Brasil: semana começa chuvosa e com nova onda de frio

Fonte: Canal Rural

As temperaturas irão cair a partir de sexta-feira em municípios do Sul, Sudeste e parte do Centro-Oeste do país. Tem município agrícola com previsão de – 4ºC no sábado!

A semana começa com chuvas para boa parte do Sul do país, parte do Sudeste e Centro-Oeste. Os volumes não serão grandes, mas podem ser constantes no Rio Grande do Sul. Entretanto o que chamará a atenção nesta semana é uma nova e curta onda de frio, que começará a influenciar as temperaturas na sexta-feira em várias partes do país. Tem cidade agrícola com previsão de – 4ºC no sábado. Confira a previsão abaixo!

SUL

A semana começa com chuvas espalhadas por todo o Rio Grande do Sul, parte de Santa Catarina e Paraná. Apesar de não ser grandes volumes acumulados, as instabilidades tendem a ser quase que diárias em alguns municípios destes estados. Entre quinta-feira, dia 1 de agosto e sábado (3) as temperaturas despencarão em toda a região.

Em Passo Fundo (RS), por exemplo, o dia em que mais deve chover, os volumes não irão superar os 8 mm. Mas isso deve acontecer quase que diariamente até sexta-feira, dia 2. A trégua pode acontecer na quarta-feira, dia 31, quando o tempo ficará firme. As temperaturas mínimas passarão de 11ºC na quinta, para 0ºC no sábado.

Em Chapecó, a tendência é que na quarta e na quinta-feira não chova. Já os demais dias não devem ter volumes maiores que 12 mm. Vale ressaltar que o município verá os termômetros despencarem quase 10ºC entre quinta, dia 1 de agosto e sábado, passando de mínimas de 12ºC, para 0ºC.

Já na cidade paranaense de Guarapuava a meteorologia têm a previsão parecida com Santa Catarina, ou seja, segunda e terça com chuvas de no máximo 7 mm. Quarta e quinta com tempo seco e sexta, com chuvas. As temperaturas mínimas devem cair de 9ºC na quinta para – 4ºC no sábado.

SUDESTE

Algumas chuvas começam a chegar as áreas agrícolas de São Paulo neste fim de mês de julho. Já em Minas Gerais nada muda e o tempo firme predomina, até pelo menos o domingo.

Em Itapeva a tendência é de chuvas pontuais de no máximo 10 mm na segunda e terça, tempo firme na quarta e na quinta e retorno de precipitações na sexta e no sábado, com outros 10 mm. Assim como no Sul, os termômetros apresentarão temperaturas em queda a partir de sexta-feira, com as mínimas podendo chegar a 5°C no domingo.

Em Uberaba para não dizer que não choverá, no domingo há previsão que caia 3 mm de água no município. As temperaturas no estado não devem sofrer as baixas, como previstas no Sul.

CENTRO-OESTE

Não há previsão de chuvas para boa parte do Centro-Oeste do país nesta semana. Por lá, até existe a chance de uma queda nas temperaturas mínimas, mas bem menos que no Sul e parte do Sudeste.

Em Sorriso (MT) ainda não há previsão de chuvas. Já as temperaturas mínimas devem cair de 20ºC, no sábado, para 15ºC no domingo.

Em Dourados (MS), há chance de precipitações apenas na sexta-feira, dia 2, com 5 mm. Os termômetros começam a cair na quinta-feira, atingindo as mínimas no domingo, com 4ºC.

Em Rio Verde (GO) também não há chance de chuvas na semana. As temperaturas variam pouco, caindo de sábado para domingo, com mínimas de 10ºC.

NORDESTE

Nas áreas agrícolas do Nordeste não há previsão de chuvas nesta semana e as temperaturas seguem iguais.

NORTE

No norte do país só há previsão de chuvas para parte do Pará. Em Tocantins e Rondônia o tempo segue firme durante toda a semana. Em Paragominas (PA), deve chover 20 mm nesta segunda, 15 mm na terça, 3 mm na quarta, depois o tempo ficará firme até domingo.

Safra de soja deve ter alívio no Uruguai com acumulados de chuva que podem chegar a 100mm

Depois de uma semana com chuvas “muito interessantes” a nível de país que deram um respiro para os produtores rurais do Uruguai, os próximos dias devem trazer novas chuvas que podem acumular uma média de 40mm em todo o território, como afirmou o analista meteorológico José María Rodríguez em entrevista ao Rurales El País.

O especialista disse que, com as previsões confirmadas, os acumulados totais de chuvas poderiam acumular 100mm, considerando os volumes do final de semana passado.

Assim como a Argentina, o Uruguai também conta com o avanço do plantio de soja condicionado em função da escassez de chuvas no território.

A expectativa é de que na tarde de hoje já haja chuvas e tempestades em todo o país, com chuvas de até 20mm, normais para a época. Contudo, na noite de sexta-feira e na madrugada de sábado está previsto um outro evento chuvoso com média similar à desta terça-feira (19).

Tradução: Izadora Pimenta

 

Fonte: Rurales El País

Primavera começa nesta 6ª com previsão de chuvas mais intensas no Mato Grosso, aponta Inmet

A Primavera inicia nesta sexta-feira (22) no Hemisfério Sul. Com a transição, o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) aponta que podem ocorrer chuvas mais intensas no Mato Grosso, maior estado produtor de grãos do Brasil. Os produtores nas últimas semanas estavam preocupados com as condições climáticas e já atrasaram o plantio da safra de verão.

“A previsão para a Primavera indica alta probabilidade das chuvas ocorrerem acima da normal em grande parte do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, devido a atuação da formação de sistemas de baixa pressão atmosférica, que geralmente estão associados à ocorrência de chuvas regulares e intensas. Nas demais áreas, os acumulados de chuva permanecerão abaixo da média”, disse o Instituto em prognóstico.

Segundo o Inmet, a Primavera é um período de transição entre as estações seca e chuvosa na área Central do Brasil, onde há o início da convergência de umidade, que define a qualidade do período chuvoso sobre as regiões Centro-Oeste e Sudeste, bem como a parte Centro-Sul da região Norte. Já no norte da Região Nordeste, os volumes de precipitação costumam ser inferiores a 100 milímetros, principalmente para o Norte do Piauí e Noroeste do Ceará. No Sul, podem ocorrer chuvas fortes, rajadas de vento, descargas atmosféricas e eventual granizo.

“Com o gradativo aumento das chuvas em grande parte do país nesta época do ano, tem-se o início do plantio das principais culturas de verão”, destaca o Inmet.

b9e04cd12a4bfe1de7b40efe852b78fa

 

Veja materia completa no site Notícias Agrícolas.

Fonte: Notícias Agrícolas